A ENERGIA QUE VEM DO AÇAÍ

O açaizeiro produz a fruta açaí e ainda dá o palmito!

Publicado em
A ENERGIA QUE VEM DO AÇAÍ

   A cozinha brasileira tem por base a cozinha portuguesa, com outras duas grandes influências: a indígena e a africana. Uma das influências indígenas mais conhecida e apreciada entre os brasileiros é o do açaí, fruto de uma palmeira típica da Amazônia e tornou-se febre nos últimos anos.

    O açaí é um fruto consumido há muito tempo pelos indígenas e moradores da região amazônica, devido à suas qualidades nutritivas. É também largamente utilizado para a produção de um refresco. Nas regiões sul e sudeste vem sendo popularizado e consumido como complemento alimentar, principalmente pelas pessoas que buscam vigor físico.

    A popularização da fruta está ligada à Hélio Gracie, o grande pai do jiu-jitsu brasileiro, que na década de 30 trouxe consigo o fruto que faz parte de sua famosa dieta Gracie. Para facilitar, congelava o fruto em saquinhos de polpa que, misturado a guaraná, virou febre em academias e barracas de praia. Hoje, o famoso açaí na tigela é encontrado em todos os estados do Brasil e até mesmo no exterior.

    O reconhecimento como fruta de expressão econômica é fato recente, sendo comercializado nas grandes capitais brasileiras, nas mais diferentes formas (sorvetes, picolés, alimento energético, acompanhado de outras frutas e cereais, bebida energética, geléias, etc.). Em virtude da expansão comercial dessa bebida, muitos produtores brasileiros vêm mostrando interesse no seu cultivo em escala comercial, especialmente os das Regiões Norte e Nordeste.

  O açaizeiro (Euterpe oleracea Mart.) é uma planta nativa da Amazônia brasileira, sendo o Pará seu principal centro de dispersão natural. Para seu cultivo é fundamental a escolha de uma área adequada, pois a plantação deverá permanecer no campo, geralmente, mais de cinco anos. O açaizeiro é palmeira tropical, perene, predominante ao longo dos igarapés, terrenos de baixada e áreas com umidade permanente. Por apresentar caules múltiplos, o açaizeiro também passou a ser utilizado na indústria de processamento de palmito, que, desde a década de 60, responde por grande parte da produção nacional, em substituição ao palmiteiro, espécie de caule solitário e sob risco de extinção, enquanto a bebida obtida de seus frutos era comercializada apenas no Estado do Pará e em alguns Estados da Amazônia. O açaizeiro também vem sendo plantado em outros estados brasileiros, especialmente no Nordeste e Centro-Oeste. No litoral paulista, vem sendo cultivado experimentalmente desde 1980, para produção de palmito e estando sujeito às temperaturas médias anuais mais baixas, em torno de 21 °C, consideradas, provavelmente, próxima ao limite mínimo de exigência térmica para a cultura. Atualmente esta espécie é responsável por cerca de 90% da produção nacional. Possui palmito do tipo doce, mas de consistência e textura mais rígida do que o das espécies E. edulis, E. precatória e E. espiritosantensis. 

 

Saiba qual é o melhor solo para plantação de açaí. Disponível em: https://revistagloborural.globo.com/
Cultivo do Açaizeiro para Produção de Frutos. Disponível em: https://www.agencia.cnptia.embrapa.br/
A popularização do açaí (e a influência da cultura na alimentação). Disponível em: https://wp.ufpel.edu.br/

Deixe um comentário