Amendoim

Da manteiga no café da manhã ao tira-gosto da noite!

Publicado em
Amendoim

    Cru, torradinho, com sal, doce ou pivica, em forma de paçoca, mateiga... O amendoim é um dos aperitivos mais consumidos pelo brasileiro, seja como tira-gosto, acompanhando uma cerveja gelada ou um chimarrão. E é muito mais do que apenas como um petisco calórico, a verdade é que além de saboroso, ele faz bem à saúde, é rico em ácidos graxos monoinsaturados, que ajudam a eliminar o colesterol ruim do fígado e a aumentar as taxas de colesterol bom.   

    O amendoim é uma leguminosa vegetal da família Fabaceae, como o feijão e a ervilha. Suas vagens, no entanto, se desenvolvem dentro do solo. O pedúnculo floral, após a polinização, curva-se para baixo, continuando a crescer até enterrar o ovário da flor. No solo, as vagens se desenvolvem e amadurecem.

    Esta leguminosa já era cultivada no Brasil quando os portugueses chegaram. Sua origem é da região dos Andes, aqui na América do Sul e já era cultivada pelas populações indígenas muito antes da chegada dos europeus (amendoim vem de mani, enterrado em tupi). As colonizações ajudaram a difundir a leguminosa. Colonizadores liderados por Cristóvão Colombo levaram-no à Europa, Ásia e África no século XVI. O cultivo comercial americano começou no século XIX, no estado da Carolina do Norte.

    São Paulo é responsável por 70% a 80% da produção de amendoim no Brasil. Recentemente, a cadeia produtiva do amendoim neste estado adotou novas tecnologias no que se refere à produção e processamento, gerando aumentos de produção, em virtude de maiores produtividades. Assim, a condição de país importador de grãos de amendoim foi mudada para a de país exportador de amendoim em casca e de grãos preparados, e a exportação de óleo bruto também tem figurado entre as exportações de mercadorias desta cadeia de produção.

    A região Nordeste é o segundo maior polo consumidor de amendoim no Brasil. Todavia, a produção obtida na região atende apenas a 28% da demanda regional, intensificada no período das festas juninas.

    Há três principais grupos de cultivares de amendoim:

Grupo Espanhol ou Spanish - cultivares do grupo Espanhol têm plantas que crescem eretas, de colheita precoce, com sementes pequenas e claras, e que têm a maior quantidade de lipídeos. Suas vagens normalmente têm duas sementes.

Grupo Valência - cultivares do grupo Valência também têm plantas que crescem eretas, de colheita precoce, mas suas sementes são escuras e suas vagens têm de 3 a 5 sementes.

Grupo Virgínia - cultivares do grupo Virgínia têm plantas muito ramificadas, de crescimento arbustivo ou rasteiro, e de colheita tardia. Apresentam sementes grandes, geralmente com duas sementes por vagem.

REFERÊNCIAS:
Benefícios do Amendoim para a saúde. Disponível em: https://souagro.com.br/beneficios-do-amendoim-para-a-saude/
Sistema de Produção de Amendoim. Disponível em: https://www.spo.cnptia.embrapa.br/ Cultura do Amendoim. Disponível em: https://agriculture.basf.com/
Como plantar amendoim. Disponível em: https://hortas.info/como-plantar-amendoim
Cultura do amendoim é destaque de Dia de Campo em São José das Missões. Disponível em: https://www.agrolink.com.br/

Deixe um comentário