A COLORIDA BETERRABA

Do francês “betterave”!

Publicado em
A COLORIDA BETERRABA

    A beterraba é uma hortaliça pertencente à família Chenopodiaceae, a mesma da acelga e do espinafre, cuja raiz tuberosa serve para diversos fins. As beterrabas são originárias de regiões da Europa e do norte da África; são plantas típicas de climas temperados. 

    Falando especificamente das raízes, que são as partes aproveitadas, são largas e escuras. Sua coloração vermelha, bastante conhecida, é resultante da combinação de dois tipos de pigmentos: betacianina e betaxanatina. Atualmente existem certas espécies de beterrabas que possuem outras cores, como a beterraba amarelo-ouro, por exemplo. A beterraba é bastante versátil, pode ser consumida crua, grelhada, cozida, assada ou em forma de sucos. É um tubérculo levemente adocicado e possui várias propriedades nutritivas e medicinais.

    Além de ser um alimento bem pouco calórico, contém antioxidantes, minerais e vitaminas que são aproveitadas quando as mesmas são consumidas cruas, tem ação anti-inflamatória, diurética, digestiva, e ainda é um desintoxicante natural e purificador do sangue.

    As beterrabas são plantas bienais, florescendo normalmente no segundo ano, embora não floresçam se não há um período de baixas temperaturas no inverno e um verão com dias longos.

A COLORIDA BETERRABAA COLORIDA BETERRABAA COLORIDA BETERRABAA COLORIDA BETERRABA

    A beterraba olerácea é uma planta cultivada para o consumo de sua raiz primária e de suas folhas, que são muito nutritivas. A maioria das cultivares têm raízes de cor vermelha ou vermelha-arroxeada, mas também há cultivares amarelas, alaranjadas e brancas. Das cultivares avermelhadas também é extraída a substância betanina, utilizada como um corante vermelho para alimentos.

    Beterraba são extremamente ricos em açúcar, e muitas vezes são refinados em uma forma saudável de açúcar branco. A beterraba-açucareira é cultivadaexclusivamente para a extração de sacarose, o açúcar comum, ou para a produção de álcool. Sua raiz primária, que armazena o açúcar produzido nas folhas, é geralmente maior e mais longa, e pode ser branca ou amarelada.

    A beterraba-forrageira é cultivada principalmente para fornecer alimento para o gado, mas também pode ser consumida por humanos se colhida ainda jovem. São geralmente plantas maiores que as cultivares oleráceas e suas raízes também podem ser brancas, amarelas, alaranjadas ou vermelhas.

    As beterrabas crescem melhor em clima ameno, plantas bem desenvolvidas podem suportar baixas temperaturas e geadas. A colheita das beterrabas oleráceas inicia-se em 60 a 90 dias depois da semeadura. A colheita não deve ser muito atrasada, pois as raízes podem se tornar fibrosas. Já a colheita da beterraba-açucareira ocorre de 4 a 6 meses após o plantio. Contudo, devido à maior durabilidade da hortaliça, o período de comercialização é amplo. A elevada durabilidade da beterraba depois de colhida é uma das oportunidades de produção, já que facilitam o estoque e a distribuição da oferta. O manejo relativamente simples também é uma oportunidade, visto que a utilização de defensivos é baixa e os tratos culturais são básicos.

Referências:
Principais características da beterraba no BR. Disponível em: https://www.hfbrasil.org.br/
Beterraba. Disponível em: https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/
Benefícios da Beterraba. Disponível em: https://belezaesaude.com/
Como plantar beterraba. Disponível em: https://hortas.info/


Deixe um comentário