X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
Fácil Alimentos - Blog Fácil Alimentos - Blog

Matéria

Filtrar
Agronegócios
Economia
Empreendedorismo
Logística
Mercado
Produção
Serviços
Tecnologia

Cebola: principais efeitos nutracêuticos

É chamado nutracêutico o nutriente específico presente em um alimento. Os nutracêuticos podem ser utilizados para fins específicos, como acelerar o processo metabólico, ou simplesmente como um complemento alimentar. Também são recomendados para o tratamento e a prevenção de diversas doenças.

Publicado em
  • Compartilhe:

     Alliun cepa, conhecida popularmente como cebola, é uma das hortaliças mais difundidas pelo mundo. Utilizada principalmente no preparo de pratos e em temperos, se trata de uma das principais fontes de antioxidantes entre as frutas e hortaliças consumidas no Brasil, caracterizando assim, suas propriedades nutracêuticas.

     Rica em quercetina, flavonoide importante no processo de proteção celular contra os radicais livres produzidos pelo organismo, a hortaliça acaba por possuir propriedade anti-inflamatória, anticarcinogênica, antiviral, além de influenciar na inibição de doenças cardiovasculares e de cataratas. São variados os tipos de cebola disponíveis no mercado, sendo a amarela, a roxa e a branca as mais comuns de se encontrar. Podem ser consumidas de diversas formas, em preparações, molhos, assadas, em conserva ou, até mesmo, cruas.

     Vejamos os principais benefícios do consumo da cebola no dia a dia:

  • Ajuda a regular os níveis de glicose sanguínea – Por ser rica em quercetina e tiocompostos que, além de antioxidantes, possuem propriedades hipoglicemiantes, pode ser um ótimo auxílio no tratamento de pessoas em fase de pré-diabetes. 
  • Previne o envelhecimento precoce – Também por suas propriedades antioxidantes, que auxiliam na proteção das células contra os radicais livres produzidos pelo organismo.
  • Ajuda a prevenir e combater processos virais – Além da quercetina, a cebola também é uma boa fonte de vitaminas do complexo B e C que proporcionam ação anti-inflamatória, auxiliando assim, no combate à gripes, resfriados e amigdalites.
  • Regulação do colesterol LDL e triglicerídeos – Contem Saponina, um glicosídeo que ajuda a reduzir a absorção do colesterol advindo dos alimentos pelo intestino, diminuindo assim, as incidências de doenças cardíacas.

 

     Portanto, vimos que o consumo diário da cebola aliado a uma alimentação nutritiva e equilibrada, é muito bem-vindo pelo organismo pois oferta, além das propriedades nutricionais básicas, um combo de efeitos positivos à saúde.

 

Referências:

O valor nutracêutico da cebola. Agropecu. Catarin., Florianópolis, v.29, n.1, p.41-44, jan./abr. 2016 Rocha; B.R et al. (2021).

Influência dos alimentos funcionais na incidência das doenças crônicas não transmissíveis (DCNT). Intercontinental Journal on Physical Education, e2020021. 3(1).

 

Por: Júlia Barreto - Nutricionista


Por Thaíse Pires
Por Thaíse Pires

07 Jan 22 • 4 min


Qual a tua avaliação deste artigo?

Leia também