X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
Fácil Alimentos - Blog Fácil Alimentos - Blog

Matéria

Filtrar
Agronegócios
Economia
Empreendedorismo
Logística
Mercado
Produção
Serviços
Tecnologia

Parceria para gerenciamento autônomo de safras

Ao integrar as tecnologias de inteligência artificial da Prospera com irrigação de pivô central, o resultado é a detecção de anomalias, que usa insumos do campo e do produtor para fornecer água, fertirrigação e quimificação adequada

Publicado em
  • Compartilhe:

Conforme especialistas em tecnologia agrícola de todo o mundo convergiram para San Francisco para o World Agri-Tech Summit, um tema-chave está surgindo nas várias sessões – colaboração.

“Mudar é extremamente difícil e a colaboração é necessária para levar adiante a adoção da tecnologia”, disse Ros Harvey, CEO e fundador da The Yield.

Prospera e Valmont Industries, a empresa controladora da Valley Irrigation, estão se unindo para entregar uma solução que permita aos agricultores obter melhores resultados das safras.

“A Ag usa dois terços da água doce disponível”, disse Stephen Kaniewski, presidente e CEO da Valmont Industries USA. “O ímpeto está em usar esta mercadoria preciosa com cuidado e de perto enquanto aumentamos a produção para alimentar uma população crescente.” Para isso, a dupla está transformando o pivô central de apenas uma máquina de irrigação em uma ferramenta autônoma de gerenciamento de safras.

COMBINANDO EXPERIÊNCIA

Com mais de 60.000 dispositivos conectados globalmente e uma rede de mais de 500 revendedores em todo o mundo, a inteligência compartilhada entre os dispositivos conectados da Valley e o pivô, junto com a integração de ciência de dados, aprendizado de máquina e IA, permite que as duas empresas desenvolvam diagnósticos de safras temporais e recomendações de irrigação.

Fundada em 2014, a Prospera, com sede em Israel, desenvolveu análises, algoritmos e camadas de dados comprovados para fornecer aos produtores recomendações de irrigação e crescimento de safras. Sua tecnologia atualmente monitora mais de US $ 5 bilhões da produção do efeito estufa. A parceria se baseará na tecnologia da Prospera e expandirá sua aplicação em campos de grande escala.

Ao integrar as tecnologias de inteligência artificial da Prospera com irrigação de pivô central, o resultado é a detecção de anomalias, que usa insumos do campo e do produtor para fornecer água, fertirrigação e quimificação adequada. Esta máquina de autoaprendizagem é o bloco de construção fundamental para os produtores que entram na funcionalidade de IA. Lançada na primavera de 2019, essa tecnologia fornece detecção visual de anomalias ou problemas, mitiga riscos no campo e ajuda o produtor com suas práticas de irrigação e manejo de safras.

“A água continua sendo o nosso foco, pois é o fator determinante número 1 do rendimento da safra. Os produtores que usam pivôs têm uma vantagem natural de usá-los sempre que necessário, devido à sua constante colocação no campo”, diz Kaniewski. “Podemos equipar a estrutura para ver o que um agricultor pode não ser capaz de detectar, armando-os com informações críticas que proporcionam maior precisão na colheita, economizando tempo, reduzindo custos e aumentando a produtividade.”

A detecção de anomalias estará disponível na Valley para todas as marcas de pivôs por meio de um modelo baseado em assinatura. As duas empresas planejam, em conjunto, investir mais de US $ 40 milhões nos próximos três anos para desenvolver a tecnologia. A tecnologia de aprendizado de máquina conjunta deve atingir 1 milhão de acres até 2020.

Para saber mais, visite Valley-prospera.com.

Leia mais sobre

Notícias de tecnologia

Por Laurie Bedord

20/03/2019

JCD/Fonte:

https://www.agriculture.com/news/technology/valmont-prospera-partner-to-develop-roadmap-to-autonomous-crop-management-technology

 

 

 

VALMONT, PROSPERA PARTNER TO DEVELOP ROADMAP TO AUTONOMOUS CROP MANAGEMENT TECHNOLOGY

 

By

Laurie Bedord

3/20/2019

As ag tech experts from around the world converge on San Francisco this week for the World Agri-Tech Summit, a key theme is emerging across the various sessions – collaboration.

“Change is extremely hard, and collaboration is necessary to move technology adoption forward,” says Ros Harvey, CEO and founder of The Yield.

Prospera and Valmont Industries, the parent company of Valley Irrigation, are coming together to deliver a solution that enables farmers to get more crop per drop.

“Ag uses two thirds of the available freshwater,” says Stephen Kaniewski, president & CEO of Valmont Industries USA. “The impetus is on ag to use this precious commodity carefully and closely as we ramp up production to feed a growing population.”

To achieve that, the pair are transforming the center pivot from solely an irrigation machine to an autonomous crop management tool.

COMBINING EXPERTISE

With more than 60,000 connected devices globally and a network of more than 500 dealers worldwide, the intelligence shared between Valley’s connected devices and the pivot, along with the integration of data science, machine learning, and AI, enables the two companies to develop real-time crop diagnoses and irrigation recommendations.

Founded in 2014, Israel-based Prospera has developed proven analytics, algorithms, and data layering to provide growers with irrigation and crop growth recommendations. Its technology currently monitors over $5 billion of greenhouse production. The partnership will build on Prospera’s technology and expands its application to large-scale fields.

By integrating Prospera’s artificial intelligence technologies with center pivot irrigation, the result is Anomaly Detection, which uses inputs from the field and the grower, to deliver proper water, fertigation, and chemigation. This self-learning machine is the fundamental building block for growers entering into AI functionality. Launching in the spring of 2019, this technology provides visual detection of anomalies or issues, mitigates risks in the field, and helps the grower with his irrigation and crop management practices.

“Water remains our focus, as it is the No. 1 determinant of crop yield. Growers who use pivots have a natural advantage to use them as often as needed, given their constant placement on the field,” Kaniewski says. “We can equip the structure to see what a grower may not be able to detect, arming them with critical information that delivers more crop precision, saving time, lowering costs, and increasing yield.”

Anomaly Detection will be available from Valley for all brands of pivots through a subscription-based model. The two companies collectively plan to invest more than $40 million over the next three years to develop the technology. The joint machine learning technology is targeted to reach 1 million acres by 2020.

To learn more visit, Valley-prospera.com.

Read more about

Technology News

https://www.agriculture.com/news/technology/valmont-prospera-partner-to-develop-roadmap-to-autonomous-crop-management-technology


Por Jacó Carlos Diel
Por Jacó Carlos Diel

13 Ago 20 • 9 min


Qual a tua avaliação deste artigo?

Leia também