X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
Fácil Alimentos - Blog Fácil Alimentos - Blog

Matéria

Filtrar
Agronegócios
Economia
Empreendedorismo
Logística
Mercado
Produção
Serviços
Tecnologia

QUINOA: o "grão materno".

O dobro quantidade de ferro encontrada na cevada e no trigo, e três vezes mais do que no arroz!

Publicado em
  • Compartilhe:

Nativa da Cordilheira dos Andes o nome quinoa significa “grão materno”, embora seja uma semente e não um grão, a quinoa é conhecida como um pseudo-cereal, devido aos nutrientes semelhantes e por poder ser cozida e degustada como um grão, podendo ser um substituto do arroz na nossa mesa.

 

Benefícios: Possui todos os aminoácidos essenciais nosso organismo e é rica em fibras, proteínas e vitaminas do complexo B, é fonte de cálcio, fortalece os ossos, previne doenças como osteoporose e hipertensão, e ferro e ainda contém os ácidos graxos ômega 3 e 6, determinantes para a redução do colesterol ruim (LDL) e, consequentemente, para a prevenção de doenças cardiovasculares, favorece o emagrecimento, fortalece o sistema imunológico e auxilia no processo de cicatrização, recomendada para pessoas que possuem doença celíaca.

 

Produção e Mercado: Espécie de granífera, a quinoa (Chenopodium quinoa) pertence à mesma família do espinafre e da beterraba, a Chenopodiacea. Por muito tempo, seu cultivo ficou restrito à agricultura de subsistência. Porém, com as descobertas de suas inúmeras propriedades nutricionais, o alimento indígena ganhou visibilidade. O cultivo da quinoa foi introduzido recentemente no Brasil e tem despertado interesse do setor produtivo. Fácil de plantar e com o apelo de produto saudável, essa cultura nova no cenário nacional pode se tornar uma alternativa rentável para o agricultor. Culturas alternativas, como a quinoa, possibilitam interromper o ciclo de pragas e doenças, conferindo maior sustentabilidade aos sistemas produtivos. Sua introdução, em cultivos rotacionados ou sucessivos, pode contribuir para a redução do uso de insumos, com impactos favoráveis ao ambiente e à saúde humana.

Pode ser cultivada em qualquer época do ano. Quando se objetiva a produção de grãos, as semeaduras de safrinha (outono) e entressafra (inverno) são as que produzem melhor resultado. Na produção de forragem o verão é o ideal. As variedades da quinoa amadurecem como a soja e o trigo, a planta inteira seca, facilitando a colheita. Semelhante ao espinafre, quando pequena, e ao sorgo, no período de maturação, a planta é anual, mas com ciclo variável. Tolerante à seca, à acidez do solo e a baixas temperaturas, seu crescimento acelera-se após os primeiros 30 dias de plantio, podendo chegar a dois metros de altura. Entre verde e rósea no início, a coloração passa para o amarelo na inflorescência. O plantio vai bem em locais com temperaturas elevadas. O produto colhido são pequenas sementes achatadas e sem dormência. As folhas também são comestíveis, mas sempre misturadas com outras plantas ou em cozidos, para diluir a quantidade de nitrato, prejudicial ao organismo quando em alta dosagem. Para os animais, as folhas da quinoa são muito boas para compor a dieta com forragens, pois carregam bastante proteína, fibras, minerais e vitaminas.

 

Como consumir a quinoa no dia a dia?

A quinoa pode ser encontrada em três versões: em grão, em farinha e em flocos. Cada um desses tipos pode ser consumido de uma forma, mas nutricionalmente são iguais. Seguem algumas sugestões:

 

  • Para começar o dia vale consumir os grãos de quinoa como cereal, com leite ou iogurte ou como ingrediente de vitaminas. A versão em flocos e farinha pode ser polvilhada nas frutas ou acrescentada em sucos. Essa é uma boa alternativa para equilibrar as fibras que as frutas perdem em forma de suco.

  • A farinha e os flocos são também bons ingredientes de pães, bolos, tortas e biscoitos. A proporção para substituir a farinha de trigo pela quinoa é a mesma.

  • Substituir o arroz branco pela quinoa aos poucos para acostumar o paladar. Acrescentar um pouco de grãos na hora de cozinhar o arroz. Aumente a quantidade gradativamente até fazer a substituição total, se desejar.

  • As três versões da quinoa podem ainda servir como tempero de saladas.

 

 

REFERÊNCIAS

 

PRODUÇÃO DE SEMENTES DE QUINOA NO SUL DO BRASIL. Disponível em: https://cti.ufpel.edu.br/siepe/arquivos/2015/CA_02987.pdf

Como consumir quinoa?. Disponível em: https://www.jasminealimentos.com/wikinatural/quinoa-por-que-vale-a-pena-inserir-esse-super-grao-na-dieta-diaria/

Quinoa: para que serve, como preparar e formas de consumir. Disponível em: https://www.minhavida.com.br/alimentacao/tudo-sobre/16235-quinoa

Como plantar quinoa. Disponível em: https://revistagloborural.globo.com/vida-na-fazenda/como-plantar/noticia/2018/04/como-plantar-quinoa.html

Quinoa. Alternativa na cobertura do solo e na produção de grãos. Disponível em: https://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/bitstream/doc/558009/1/gtec34.pdf


Por Thaíse Pires
Por Thaíse Pires

03 Set 21 • 7 min


Qual a tua avaliação deste artigo?

Leia também