X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
Fácil Alimentos - Blog Fácil Alimentos - Blog

Matéria

Filtrar
Agronegócios
Economia
Empreendedorismo
Logística
Mercado
Produção
Serviços
Tecnologia

Santa Catarina espera aumento de 18% na safra de trigo

A produtividade média também deverá aumentar, passando dos 3.047 kg/ha obtidos na safra passada, para uma expectativa atual de 3.321 kg/ha, crescimento de 9%

Publicado em
  • Compartilhe:

Com o plantio da safra 2020/21 praticamente concluído, Santa Catarina espera colher uma safra 18% maior do que a obtida na anterior. O estado é o quinto maior produtor de trigo do país e as expectativas do Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Epagri/Cepa) são de aumento na produção, área plantada e produtividade.

 

O clima seco e frio acaba favorecendo as plantações e a cultura vem apresentando excelente desenvolvimento em todo estado. As estimativas da Epagri/Cepa são de que Santa Catarina tenha um aumento de 9% na área plantada em relação à safra anterior, chegando a 55,2 mil hectares plantados. A produtividade média também deverá aumentar, passando dos 3.047kg/ha obtidos na safra passada, para uma expectativa atual de 3.321kg/ha, crescimento de 9%.

 

O aumento da área plantada pode ser explicado pelos bons preços da saca de trigo pagos ao produtor nos últimos meses e também pela previsão de um inverno com pouca chuva, o que favorece a cultura em termos de fitossanidade e rendimento médio”, explica o engenheiro agrônomo e analista da Epagri/Cepa, João Rogério Alves.

 

Na região de Curitibanos, que contempla o município de Campos Novos, o crescimento esperado na produção é de 63% em comparação à safra 2019/20, chegando a 37,9 mil toneladas, com um aumento de 24% na área plantada. A produção de trigo em Santa Catarina está concentrada em três grandes regiões: Canoinhas, Curitibanos e Chapecó.

 

Mercado

No mês de agosto as cotações do trigo estão em alta. Em Santa Catarina, no mercado balcão, a valorização da saca de 60 kg do cereal chegou a 2,4%, passando de R$55,01 em junho para R$56,35 em julho. Em comparação com o ano anterior, o aumento nos preços pagos ao produtor chegou a 34%. A expectativa para os próximos meses é de aumento na demanda pelos derivados de trigo.

 

As informações sobre o acompanhamento de safras e mercados está disponível no Boletim Agropecuário, elaborado pelo Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Epagri/Cepa).

 

__________________________

Assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural


Por Jacó Carlos Diel
Por Jacó Carlos Diel

04 Set 20 • 3 min


Qual a tua avaliação deste artigo?

Leia também

Show Rural de Inverno

Novidade, Show Rural Coopavel Edição de Inverno mostra o melhor da tecnologia para o trigo. Dilvo Grolli, presidente da Coopavel, fala da etapa presencial do Show Rural Coopavel, Edição de Inverno. Será de 8 a 11 de setembro, em Cascavel, no Oeste do Paraná. Evento é dedicado às culturas dos meses frios, principalmente ao trigo.

Acompanhe-nos