TAMARINDO: uns amam e outros não passam nem perto!

A fruta exótica muito comum em várias regiões do Brasil, mas muitas outras nunca ouviram falar dele.

Publicado em

    De todas as árvores leguminosas frutíferas dos Trópicos, nenhuma é tão distribuída, e apreciada como o tamarindeiro. Originário da África equatorial e da Índia, foi o comércio escravo o que fez o tamarindo se espalhar pelo mundo todo. Cultivado em regiões de clima quente ou temperado, foi exatamente esta característica que o fez se adaptar muito bem nas regiões Norte e Nordeste do Brasil, onde o consumo do tamarindo, seja como suco, ou mesmo in natura, é muito popular.  O fruto do tamarindeiro é utilizado na fabricação de refrescos, sorvetes, pastas, doces e licores.

    O tamarindo é uma fruta de cor marrom da terra tem um sabor picante. Os frutos são semelhantes ao formato de uma vagem e apresentam uma casca marrom. Possuem de 1 a 10 sementes em sua polpa. Seu sabor agridoce é considerado selvagem para alguns tipos de paladar, porém faz muito sucesso quando consumido em receitas de doces, sucos e até mesmo em receitas salgadas. Ele é amplamente utilizado como uma especiaria nas culinárias locais da América Latina, Ásia e ilhas do Caribe.

    O pé de tamarindo também exige paciência de quem se dispõe ao seu cultivo, pois os primeiros frutos só surgem após 4 ou 6 anos. É uma árvore maciça, de crescimento lento e de longa vida, podendo alcançar uma altura de 30m, com ramos fortes flexíveis e grandes, inclinando-se nos extremos. As flores são brancas ou rosadas.

     O tamarindeiro pode tolerar até 6 meses de condições de seca, mas não gosta do fogo, da geada ou de longo período de chuva. É uma árvore de fácil cultivo, e requer cuidado mínimo. Geralmente livre de pragas e doenças sérias, tem uma extensão de vida de 80-200 anos, e pode render 150-500kg de vagem por árvore saudável por ano.

     ​ É considerada uma árvore de multiuso. É uma fonte de madeira, de fruta, de sementes, de forragem animal, de extratos medicinais e de potenciais componentes industriais. Para pequenos produtores rurais, os quais cultivam cultura de subsistência, a cultura do tamarindeiro pode ser uma fonte de renda nos períodos difíceis, ou seja, de baixo preço e baixa produtividade da cultura principal. As árvores do tamarindeiro podem compensar produtores nas épocas em que as culturas principais já foram colhidas. O tamarindo, geralmente é colhido na estação seca do ano, oferecendo desse modo, um retorno econômico potencial em mercados locais quando o alimento é escasso.

REFERÊNCIAS:
Tamarindo: O que é? Para que serve? E como tomar?. Disponível em:  https://my.oceandrop.com.br/tamarindo-o-que-e-para-que-serve/
Benefícios do Tamarindo para a saúde. Disponível em:  https://alimentos.com.br/beneficios-do-tamarindo-para-a-saude/
A CULTURA DO TAMARINDEIRO (Tamarindus indica L.). Disponível em: http://www.fruticultura.iciag.ufu.br/tamarindo.htm
Tamarino: uso e cultivo. Disponível em: https://www.agrolink.com.br/noticias/tamarino--uso-e-cultivo_148492.html
Tamarindo. Disponível em: https://www.frutiferas.com.br/tamarindo


Baixe o app para Android             Baixe o app para IOS

Qual a tua avaliação deste artigo?

Deixe um comentário