X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
Fácil Alimentos - Blog Fácil Alimentos - Blog

Matéria

Filtrar
Agronegócios
Economia
Empreendedorismo
Logística
Mercado
Produção
Serviços
Tecnologia

UMBU: a “árvore sagrada do sertão”

Você já ouviu falar no umbu ou imbu? Apesar de não ser muito conhecida, essa fruta é uma das mais nutritivas presentes no catálogo brasileiro!

Publicado em
  • Compartilhe:

O umbuzeiro é também conhecido como imbuzeiro (Spondias tuberosa). O seu fruto é o umbu ou imbu, originado de “ymbu”, do tupi-guarani, que significa “árvore que dá de beber”, uma referência a sua característica de armazenamento de água, qualidade necessária para sobrevivência nos longos períodos de seca da Caatinga.

Esta planta tão importante para o sertanejo, foi citada pelo escritor Euclides da Cunha no livro Os Sertões, de 1902: "É a árvore sagrada do sertão. Sócia fiel das rápidas horas felizes e longos dias amargos dos vaqueiros. Representa o mais frisante exemplo de adaptação da flora sertaneja".  

Das 18 espécies do gênero Spondias, a mais famosa é o umbu, fruto do umbuzeiro, que assim como o umbu-cajá, cajarana, seriguela e umbuguela, são pouco estudadas e são coletadas diretamente da natureza e não cultivadas em pomares comerciais, sua produção é totalmente extrativista. 

 

Produção e Mercado: Todas as plantas do gênero Spondias têm crescimento lento, mas são tolerantes à seca e têm boa produtividade em locais sem irrigação. Muitas vezes, o umbu produz, independentemente da chuva, mesmo com pequena chuva ou trovoada, garante uma renda para o pequeno produtor. 

A planta pode alcançar sete metros, tem tronco curto e copa em forma de guarda-chuva. As flores são brancas, agrupadas, perfumadas, com néctar que é retirado pelas abelhas para se alimentarem e produzirem mel.

O fruto é pequeno e arredondado, de casca lisa ou com pequenos pelos, que lhe conferem uma textura levemente aveludada. Com cheiro doce e sabor agradável, levemente azedo, o umbu tem a coloração verde-amarelada. Como a maioria das plantas na Caatinga, o umbuzeiro perde todas as suas folhas nos períodos de seca, mas volta a florescer assim que começam a cair as primeiras chuvas. A frutificação segue o mesmo percurso, estando os frutos maduros 60 dias após a abertura das flores. Grande parte da composição da fruta é aquosa e possui propriedades nutricionais importantes para nossa saúde. O fruto e a folha do umbuzeiro também são utilizados na alimentação animal. 

 

Benefícios: Umbu ajuda a aumentar a imunidade, pois é fonte de vitaminas do complexo B, A e C, assim como a maioria das frutas típicas brasileiras, o umbu se destaca por ter um alto teor de vitaminas e antioxidantes. Além de ser rica em minerais indispensáveis para o organismo, como cálcio e fósforo, ferro, potássio e zinco. Por isso, essa fruta é considerada bem completa em termos nutricionais. Por ser muito aquosa, é uma fruta que sacia a sede e possui consideráveis propriedades nutricionais, sendo rico em vitamina C. É muito apreciado para consumo humano in natura ou beneficiado, na produção de polpas de fruta, sorvete, geleias e doces. Também por ser constituída de fibras, ajuda para o bom funcionamento do intestino e na nossa saciedade. As populações tradicionais utilizam o suco da raiz nos casos de escorbuto, doença que tem como sintomas hemorragias nas gengivas em decorrência de carência grave de vitamina C. Em períodos de estiagem forte, a água armazenada nas raízes pode ser consumida por pessoas e animais. Ainda se atribui a ela propriedades medicinais antidiarreicas.

 

Consumo: O umbu é arredondado, pequeno, tem casca lisa e um pouco aveludada de coloração verde. A fruta tem um sabor levemente azedo e é muito usada na culinária nordestina. O fruto maduro dura no máximo dois ou três dias, o que dificulta o consumo in natura. Além de ser consumido in natura, o umbu pode render receitas de geleias, compotas, mousses, sorvetes e outros doces. Folhas de umbu são fontes de proteínas e têm propriedades medicinais, já as raízes do umbuzeiro, em formato de batatas, podem ser utilizadas na culinária popular e apresentam um sabor adocicado. 

Para quem não conhece, a umbuzada (ou imbuzada) é uma bebida tradicional da Bahia preparada a partir do cozimento do umbu com leite e açúcar. Semelhante a um smoothie, essa bebida é rica em cálcio, potássio, vitaminas e é uma ótima opção para o lanche da tarde. 

Umbuzada

Ingredientes

270g de umbus verdes (23 unidades pequenas)

1 xícara de água

1,5 xícara de leite

½ xícara de açúcar

Como fazer: Lave bem os umbus, tire restos de cabinhos e leve ao fogo com a água. Cozinhe por cerca de 5 minutos ou até a água quase secar e os umbus ficarem moles. Junte o leite e o açúcar e mexa bem. Cozinhe por cerca de 3 minutos ou até os umbus se desmancharem. Passe por uma peneira para separar os caroços e sirva quente ou gelado.

Rende: 2,5 xícaras

Nota: Se quiser, pode cozinhar a fruta com o leite e o açúcar – neste caso junte um pouco mais de leite. Os grânulos da coalhada ficarão mais firmes. Quando se cozinha as frutas primeiro em água, fica uma coalhada mais macia.

 

 

REFERÊNCIAS

Umbu: a árvore que dá de beber. Disponível em: https://www.brasildefato.com.br/2019/08/26/umbu-a-arvore-que-da-de-beber/

Umbu e outras frutas nativas são boas opções para agricultura familiar. Disponível em: https://www.embrapa.br/busca-de-noticias/-/noticia/10455565/umbu-e-outras-frutas-nativas-sao-boas-opcoes-para-agricultura-familiar

Fruta umbu é típica do Brasil e possui muitos benefícios!. Disponível em: https://www.conquistesuavida.com.br/noticia/fruta-umbu-e-tipica-do-brasil-e-possui-muitos-beneficios-conheca-os-principais_a12262/1

Umbu. Disponível em: http://www.cerratinga.org.br/umbu/

 


Por Thaíse Pires
Por Thaíse Pires

20 Ago 21 • 8 min


Qual a tua avaliação deste artigo?

Leia também